Como começar a estudar para concurso público sozinho?

Passar em um concurso público exige do candidato determinação e foco nos estudos. Então, para te ajudar nessa etapa, hoje vamos falar sobre como estudar para concurso sozinho.

Para ser aprovado você vai precisar se dedicar, mas é possível conquistar uma vaga em concurso estudando em casa e sozinho. Portanto, continue lendo e confira as dicas que preparamos de como estudar para concurso.

 

Leia o edital

Independente se o concurso está com inscrições abertas ou ainda não, você pode e deve começar a se preparar.

Se o edital estiver publicado, você poderá se preparar de maneira mais assertiva. Para isso, basta encontrar no documento quais disciplinas serão cobradas no cargo que você escolheu. As informações costumam ser detalhadas e separadas por níveis de escolaridade e cargos oferecidos. A partir dessas informações, você pode encontrar um curso online para concurso para se aprofundar em cada tema.

Mas se o concurso que você quer ainda não teve o edital publicado, não se preocupe. Você pode começar a fazer um cursinho online para concurso da mesma forma. Inclusive, estudar antes da publicação do edital é uma das melhores formas de driblar a concorrência. Pois você vai ter mais experiência com os conteúdos e estilo de prova do certame.

Para começar a sua preparação, busque pelos editais de concursos já realizados. Dessa maneira você se prepara para possíveis disciplinas que serão cobradas. Então, quando o edital sair, basta comparar o que já foi estudado e o que ainda falta.

 

Estude com um curso preparatório online

Embora você tenha optado por sozinho para o concurso, pode contar com o apoio de um curso preparatório para concurso.

Uma das principais vantagens é que você não precisa se deslocar todos os dias para frequentar as aulas presenciais, com turmas cheias e ambientes pouco favoráveis para o processo de aprendizagem.

Com os cursos online você estuda em casa, com conforto e nos momentos que estiver mais descansado e disposto para isso.

Mesmo estudando para concurso público sozinho, você terá o suporte necessário para ter a melhor preparação e garantir a tão sonhada vaga.

 

Estude com questões de concursos anteriores

Agora que você sabe como começar a estudar para concurso, precisa saber que pode contar com o apoio de um curso online, e precisa escolher um que de acesso a um site de questões para concurso.

Com as questoes de concurso você pode colocar em prática tudo que aprendeu com as videoaulas e materiais de apoio. Essa é, sem dúvidas, a melhor forma para você entender o estilo de cobrança da banca, como é o enunciado da questão, qual é o nível de dificuldade de cada pergunta. Esse exercício também te ajuda a entender quais os assuntos você precisa estudar mais ou os que já estão bem fixados.

Além disso, você pode responder as questões de concurso por assunto, por exemplo, questoes de matematica para concurso, questoes de concurso enfermagem, questoes de portugues para concurso ou qualquer outra disciplina que você precise treinar.

Estudando com questões, você aprende a como se organizar para estudar, criando um caderno de questões das disciplinas que podem ser cobradas no seu concurso. Assim, consegue avaliar qual tempo vai ser preciso para resolver toda a prova. Essa prática te dá mais confiança para o dia do certame, fazendo com que você já tenha uma ideia de como responder cada etapa do concurso.

 

Mantenha a rotina de estudos

Além das dicas acima de como estudar para um concurso sozinho, você precisa entender como montar um cronograma de estudos. Com as videoaulas, você já vai ter acesso a um plano de estudos prontos, basta seguir a ordem das aulas no portal. Mas além de assistir as aulas é preciso manter a disciplina e estudar todos os dias, mesmo que seja por um período curto. Essa rotina de separar um tempo diariamente para responder questões ou assistir às aulas é determinante.

E se em algum momento você desanimar, lembre-se de todas as vantagens que o levaram a escolher ser um funcionário público. Pense com frequência em seus objetivos profissionais e de vida, para que quando o desanimo aparecer, ele não seja maior que seu foco e determinação.

Seguindo essas dicas e mantendo a mente nos seus objetivos, a sua vaga em um concurso público está mais perto do que você imagina.

Quais os bairros mais seguros de Ponta Grossa?

Ponta Grossa é um município com boa infraestrutura urbana e de serviços, contando com bairros que são excelentes alternativas para morar. Curiosamente, existem alguns que se destacam por serem mais seguros e acabam atraindo mais novos residentes.

A seguir, listamos quais são os bairros mais seguros de Ponta Grossa, além de apresentar uma dica especial para proteger ainda mais seu imóvel na cidade. Confira!

Bairros mais seguros de Ponta Grossa

A lista de bairros mais seguros de Ponta Grossa abrange desde alternativas centrais até próximas dessa região, com excelente rede de serviços e comercial. Conheça, a seguir, quais são eles:

  1. Jardim Carvalho

Bairro localizado próximo ao centro, com boa oferta de comércio, áreas de lazer e verde, com praças e parques para crianças e adultos. Trata-se de uma opção residencial, com ruas tranquilas e seguras.

Está localizado entre o campus da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e da UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa). Por isso, costuma atrair muitos estudantes que querem ter fácil acesso às instituições de ensino.

  1. Órfãs

O bairro Órfãs está próximo do centro e é mais residencial. Um de seus símbolos é a igreja São José, que é uma das paróquias mais antigas de Ponta Grossa. Também conta com inúmeras opções de lazer, restaurantes, bares, parques e praças.

Se procura um bairro seguro e silencioso, com fácil e rápido acesso à região central, trabalho e instituições de ensino de diferentes níveis, o Órfãs é uma aposta certeira.

  1. Oficinas

Oficinas chama a atenção por ter ótima infraestrutura de lazer, comércio e serviços, além de localização estratégica, ficando a poucos minutos do centro de Ponta Grossa e com acesso à BR-376, uma das mais importantes rodovias do Paraná.

O bairro também se destaca por sua proximidade ao Parque Industrial de Ponta Grossa, que é um dos maiores do estado. Portanto, quem mora em Oficinas está perto do trabalho, demorando poucos minutos até chegar nele.

  1. Nova Rússia

Nova Rússia atrai admiradores e novos moradores porque conseguir unir o antigo e o moderno com maestria. Pelo bairro dá para encontrar imóveis com arquitetura histórica ao lado de construções novas.

Ademais, o bairro tem boa estrutura comercial, com redes de supermercados e shopping, bem como acesso fácil a serviços como escolas e hospitais. O transporte também merece destaque, com linhas de ônibus que passam pelos principais pontos do bairro e campus de universidades.

Como reforçar a segurança de seu imóvel em Ponta Grossa

Investir em telas de proteção Ponta Grossa é a solução perfeita para reforçar a segurança de seu lar na cidade, reduzindo expressivamente o risco de invasões, furtos e roubos.

Utilize telas para montar cercas e dificultar ultrapassagens, passando a ter maior tranquilidade e proteção. Existe a possibilidade de cercar seu imóvel com gradil Ponta Grossa ou tela alambrado, materiais de longa durabilidade e alta performance em segurança.

Compre telas Ponta Grossa, monte cercas resistentes para seu lar, restrinja o acesso de pessoas mal-intencionadas ao seu imóvel e proteja melhor seus bens e família!

3 tipos de kit box para banheiros

Um dos principais acabamentos do banheiro, o box complementa a decoração do ambiente e separa a área de banho do restante do espaço tornando-os mais prático e funcional, além de seguro.

Então se você está pensando em investir em box para banheiros é bom conhecer as principais opções de kit box banheiro. Confira:

Tipos de kit box banheiro

A seguir, indicamos os tipos de kit box banheiro que são utilizados com frequência em imóveis residenciais:

Kit box com porta de correr

O modelo kit box com porta de correr é perfeito para banheiros de qualquer tamanho, sendo o mais utilizado em banheiros pequenos que necessitam de soluções que ofereçam mobilidade. Isso, porque sua principal característica é ter uma parte de vidro fixa em um perfil de alumínio e outra lâmina que corre sobre o trilho instalado no piso. Há, ainda, alternativas com roldanas na barra superior.

O kit box Elegance é um exemplo que se encaixa nessa categoria. Ele possui portas de vidro em tamanho padrão, além de roldanas aparentes que chamam a atenção pelo design moderno e sofisticação que dão ao ambiente.

Kit box com porta de abrir

O kit box com porta de abrir é uma opção específica para banheiros com tamanho que varia de médio a grande. Isso se deve ao fato de a porta ocupar um bom espaço quando o box está aberto.

Se a área não for maior, há o risco de não conseguir abrir o box adequadamente, provocando obstruções na passagem, além de aumentar o risco de acidentes ou de danificar outro ponto do banheiro, como a parte hidráulica.

A opção com porta de abrir caracteriza-se por ter parte fixa na parede e outra móvel, que se abre e fecha para fora ou dentro do box, movimento que é feito devido ao uso de dobradiças.

Kit box de canto ou quina

O kit box de canto ou quina é destinado a banheiros com tamanho reduzido ou que possuem pouco espaço para separação da área de banho, porque há outras instalações no local, como uma banheira.

Esse é um kit normalmente voltado à instalação de box de vidro com porta de correr, uma vez que ela otimiza o espaço disponível e torna a área mais funcional, com menor possibilidade de acidentes.

Por isso, o kit costuma vir com portas de vidro fixa e móvel, além de ferragens para instalação, facilitando todo o trabalho. É um investimento interessante de box para banheiro pequeno, principalmente.

profissional de ti

3 ocasiões onde a tecnologia da informação ajudou a humanidade

A tecnologia da informação facilitou muito o dia a dia da humanidade, pensando em um aspecto mais básico podemos citar o uso de dispositivos móveis, como os smartphones, pequenos dispositivos que permitem o aprimoramento de algumas rotinas. É possível encontrar aplicativos que ajudam a controlar sua agenda e otimizar a gestão do tempo; outros direcionados apenas para fazer anotações importantes; existem aqueles especializados no acompanhamento do desempenho ao realizar atividades físicas. E ainda, aplicativos que auxiliam na organização financeira e também aqueles que facilitam a saciedade de necessidades básicas, como a fome, você pode pedir uma refeição com apenas alguns cliques em seu celular.

É importante ter em mente que para todas essas facilidades citadas acima, um profissional formado em um curso de ti teve que estudar por vários anos em um curso superior até desenvolver programas específicos. Além das facilidades pessoais, os programas também podem ser utilizados para ajudar na organização da rotina de organizações de diversos portes. Algumas empresas já utilizam aplicativos que monitoram e compartilham tarefas dentro de um projeto e também auxiliam na melhora do nível de produtividade dos colaboradores envolvidos.

E quando pensamos em tudo sobre tecnologia da informação uma grande facilidade que ela proporciona no dia a dia é a mobilidade. Ou seja, é possível executar diversos tipos de atividades em qualquer lugar e também a qualquer momento, só é preciso ter um dispositivo com acesso à internet em suas mãos. Tudo fica armazenado em uma nuvem que usa a internet para distribuir serviços relacionados à computação. Entre eles, podemos citar servidores; armazenamento; redes; softwares; bancos de dados e arquivos. Além disso, a computação na nuvem permite hoje que muitas pessoas trabalhem no regime de trabalho remoto, também chamado de home office. Elas usam o sistema e os arquivos da empresa como se estivessem presentes no escritório.

Podemos citar ainda mais um conceito que revolucionou as relações humanas: a Inteligência Artificial (IA). O que antes parecia coisa de cinema, deixou de ser tema de filmes de ficção científica e já faz parte do nosso dia a dia. Ela já ajuda a executar muitas tarefas utilizando-se do reconhecimento e processamento da fala humana. Isso nos permite enviar comandos para dispositivos utilizados como assistentes pessoais, como por exemplo, pedir para tocar determinada música ou saber o significado de alguma palavra, sem precisar apertar nenhum botão. A inteligência artificial também armazena dados de suas pesquisas na internet e os utiliza para recomendar filmes e séries com base em seu perfil; exibe anúncios de produtos de seu interesse nas redes sociais.

Por outro lado, nas organizações, a inteligência artificial auxilia na otimização de diversas rotinas, como por exemplo o uso de chats para atender demandas mais simples entre setores; a realização de campanhas de marketing cada vez mais personalizadas; elaboração de uma previsão de demanda baseada no histórico de compras do cliente; entre outros. A intervenção humana é mínima, o que confere mais agilidade aos processos, reduzindo o risco de erros e também a necessidade de retrabalhos, tornando as rotinas cada vez mais eficazes na realização das atividades.

Quem faz curso EAD pode fazer estágio?

As dúvidas sobre fazer ou não estágio para a alunos dos cursos de graduação a distância é muito frequente. A resposta para essa pergunta é simples: pode e deve!

Segundo a lei do estágio – 11.788/08, todos os estudantes que estejam regularmente matriculados em cursos superiores, autorizados ou reconhecidos pelo Ministério da Educação, seja na faculdade a distância ou presencial, têm direito a realizar um estágio.

faculdade a distância

O estágio é importante para todos os alunos que desejam adquirir experiência na profissão que escolheu. Se você está no curso de administração, por exemplo, pode trabalhar na área para melhorar seu currículo e pleitear vagas de empregos que exigem experiência ao final do curso.

Mas é importante lembrar que alguns cursos, como o exemplo usado de administração ead, têm a disciplina de estágio supervisionado em sua grade curricular. Isso quer dizer que você precisa de um tempo de estágio para se formar, e isso é ótimo! Pois como já dissemos, você sai da graduação com experiência em sua área de atuação.

Agora, se esse era a sua dúvida para se matricular em um curso de graduação a distância, já pode encontrar o curso ideal para você!

Mas antes disso, confira algumas outras vantagens que só os alunos dos cursos EAD podem ter:

 

  • Flexibilidade de horários: É isso mesmo! Se você já está inserido no mercado de trabalho ou faz outros cursos e não sabe como encaixar uma faculdade na sua rotina, o curso de pedagogia ead é ideal para você. Só no ensino a distância você pode assistir às aulas ou ler os materiais de apoio no melhor horário para você, seja no intervalo do trabalho, no ônibus, após o expediente, ou qualquer outro momento.

 

  • Estude onde quiser : Da mesma forma que você escolhe quando, você também tem toda autonomia de decidir onde estudar. Isso acontece porque as aulas, normalmente, são disponibilizadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), e para visualizar esse espaço, você precisa apenas de um dispositivo com acesso a internet. Assim, pode aproveitar melhor os intervalos do seu dia e estar presente em uma faculdade a distância, sem precisar estar lá fisicamente. Algumas instituições também oferecem outros formatos de materiais de ensino, como livros impressos e DVDs com videoaulas, assim o aluno não depende nem do acesso a internet.

 

  • Estude como quiser: Uma das vantagens do ensino a distância é a variedade de materiais que você tem a sua disposição. Você decide se prefere assistir às aulas ou ler o material de apoio. Ou os dois. Você estuda e escolhe a maneira em que o aprendizado é melhor para você.

 

  • Qualidade de ensino: Você não precisa mais acreditar no mito de que os cursos presenciais são melhores em relação aos cursos a distância. A qualidade de ensino e as diretrizes definidas pelo Ministério da Educação (MEC) são as mesmas, tanto para a graduação EAD quanto para a presencial. Aqui também cabe dizer que as disciplinas são as mesmas. Então você vai aprender o mesmo conteúdo que os alunos do presencial.

 

  • A mesma duração: A duração do curso também é a mesma para as duas modalidades. Tanto o curso presencial quanto o EAD devem ter, em média, 3.000 horas de aulas, que são distribuídas em 4 anos de duração. Esse também é um requisito do Ministério da Educação.

 

O mesmo diploma: O diploma da graduação é exatamente o mesmo, independente da modalidade de ensino. Nesse documento não consta nenhuma informação sobre o curso ser a distância ou presencial.

Os 5 remédios mais importantes do mundo e como foram descobertos

Houve muitas drogas – para fins preventivos ou curas-que foram desenvolvidas ao longo da história. No entanto, para determinar aqueles que são os mais importantes, as drogas têm de ser desenvolvidas para condições de risco de vida ou pavimentaram o caminho para o desenvolvimento de outras drogas. A escala do consumo da droga e a quantidade de pessoas que ela tem tratado também devem ser consideradas.

1. Penicilina

Desenvolvido em 1928, foi uma das maiores inovações médicas, pois levou à inovação e avanços dos antibióticos. Estima-se que o antibiótico salvou mais de 80 milhões de vidas e, sem a sua descoberta, 75% da população atual não existiria. Tem sido usado para tratar muitas doenças como pneumonia e escarlatina, bem como infecções do ouvido, pele e garganta. Recentemente, um swatch de 90 anos de idade da penicilina mofo do laboratório original de Alexander Fleming, que contribuiu para a descoberta, foi vendido por mais de US $ 14.600.

2. Insulina

A insulina foi descoberta em 1921 por Charles Best e Frederick Grant Banting antes de ser comercializada em 1922. Antes do seu uso, os pacientes receberam uma dieta de quase fome para afastar os sintomas de diabetes, portanto, salvou muitos pacientes diabéticos. Entende-se também que preparou o caminho para futuras terapias hormonais, tais como contraceptivos para mulheres que produziram um profundo efeito social e melhoraram a saúde das mulheres, e adrenalina que é usado para tratar anafilaxia, parada cardíaca e sangramento superficial.

3. Aspirina

Hipócrates mencionou casca de salgueiro para tratar a dor, mas não foi até 1899, quando um farmacêutico da Bayer isolou ácido acetilsalicílico de salgueiro para aliviar o reumatismo de seu pai. Agora, a aspirina é amplamente utilizada para aliviar a dor e combater a inflamação causada por doenças cardíacas e numerosos cancros. No entanto, para aqueles que sofrem de dores musculares, artrite ou dores de cabeça, a aspirina é inapropriada devido aos seus efeitos secundários.

4. Vacina contra a varíola

Muitas crianças morreram de doenças infecciosas, especialmente durante a pandemia de varíola-mais de 10% da população morreu dela. Graças a Edward Jenner e Sarah Nelmes, a leiteira, a vacina da varíola foi desenvolvida em 1798 e eliminou a doença. Este avanço abriu o caminho para muitas vacinas para erradicar doenças infecciosas no futuro, como pólio, malária e sarampo.

5. Morfina

A morfina foi descoberta pela primeira vez em 1804 pelo farmacêutico alemão Friedrich Serturner. Duas décadas depois, a Merck iniciou a sua comercialização de morfina em 1827. A droga decolou após o desenvolvimento da seringa hipodérmica em 1852. Os benefícios do analgésico foram também considerados como ultrapassando a possibilidade de dependência por parte dos doentes. Sem a droga, milhões de indivíduos, especialmente aqueles no campo de batalha, teriam passado suas vidas em uma grande quantidade de dor. Esta descoberta também abriu a descoberta de uma nova geração de medicamentos para o tratamento da dor.

Como se dá o acesso a medicamentos no Brasil? Como conseguir remédios subsidiados

O acesso aos medicamentos é um componente indispensável para que as populações tenham uma cobertura de saúde universal e igual, com capacidade e qualidade de resolução de problemas, sendo reconhecido pelas Nações Unidas como um dos cinco indicadores relacionados com os avanços na garantia do direito à saúde. No caso do Brasil alguns programas podem ajudar a garantia deste direito básico por meio do cadastro no SUS, a exemplos está a consulta no Aqui Tem Remédio, programa de facilitação de remédios essenciais no Estado de São Paulo ou então, mais abrangente, o programa Farmácia Popular que serve para todo o território nacional.

O Brasil adotou estratégias para ampliar o acesso a medicamentos seguros e eficazes, por meio de regulamentos de grande importância para o sistema de saúde. O quadro jurídico para garantir o acesso aos medicamentos foi estabelecido com a lei 8080/19905, que estabeleceu o direito de todos os cidadãos a cuidados terapêuticos integrais, incluindo os Serviços Farmacêuticos.

No entanto, após numerosos casos de desvios de qualidade, falsificações e controlo sanitário ineficiente, foi elaborada e publicada em 1998 uma política nacional de medicamentos, a fim de garantir o acesso a medicamentos essenciais. Esta política estabeleceu a adoção e implementação de diretrizes e prioridades para a ação do governo, que consiste na reorientação dos Serviços Farmacêuticos (PS), a adoção da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME – relação Nacional de Medicamentos Essenciais) e outros items.

Em 2004, o Conselho Nacional de Saúde reafirmou também, pela Política Nacional de Assistência Farmacêutica (PNAF – Política nacional de Serviços Farmacêuticos), a necessidade para o Brasileiro Sistema único de Saúde (SUS) para adotar ações para a expansão do acesso a medicamentos, o desenvolvimento e a produção local de materiais e medicamentos de acordo com as necessidades Brasileiras, promoção do uso racional e qualificação dos profissionais de saúde envolvidos com medicamentos.

Em 2015, o Brasil tinha mais de 40 mil unidades básicas de saúde (UBS) em operação, com um potencial de cobertura de cerca de 70% dos Brasileiros.Por conseguinte, a avaliação do acesso aos medicamentos é essencial, uma vez que uma grande parcela da população Brasileira, principalmente com menor renda, depende de programas públicos e, em particular, sobre os medicamentos oferecidos pelo Componente Básica da Farmácia do SUS e a lista medicamentos disponíveis depende de uma complexa rede de atores públicos e privados, que desempenham papéis diferentes, dependendo da economia, da política, e do contexto social de vários países que incentivam as condições para que este acesso aconteça, e esses países devem trabalhar juntos e reunir políticos, sociais, e os esforços multidisciplinares para soluções.

Mais de 500 serviços do Governo Federal foram digitalizados em 2019

Desde 2019 o governo federal digitalizou mais de 500 serviços, entre eles a carteira nacional de habilitação e o certificado de licenciamento veicular, ambos documentos emitidos pelos departamentos de trânsito dos estados. Em outras esferas também estão presentes na versão virtual a licença maternidade, carteira de trabalho digital e pedidos de aposentadoria. Ao serem colocados na internet a economia garantiu R$ 345 milhões com a redução de funcionários e papéis.

Para conseguir fazer a nova versão dos documentos basta pedir uma segunda via no órgão competente ou então seguir o calendário de licenciamento Ceará ou do imposto/documento em questão para conseguir uma nova versão. Assim, gradativamente todos serão trocados pela nova alternativa de uso do documento. No caso da CNH e CRLV, por exemplo, pode-se ainda ter a versão impressa, mas a validação digital com o app que funciona até em modo offline também é considerada como a apresentação de um documento oficial, de identificação do motorista e do veículo.

Economia na burocracia e pessoal

Desde o início das digitalizações a emissão dos documentos está acelerada e muito mais barata aos cofres públicos. No setor responsável pela emissão do Certificado Internacional de Vacinação na Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), por exemplo, eram mais de 2 mil pedidos diários pessoais, depois da digitalização caiu para 700 e depois par 95 a partir do momento que o documento se tornou emitido pela internet.

Somente no instituto são 486 itens de serviços digitalizados, entre importação de produtos de origem animal, para revenda varejista e até licenciamento de algumas matérias primas.

Ao todo, o governo tem hoje cerca de 3,3 mil pedidos que podem ser feitos digitalmente. Antes espalhados em portais dos diferentes órgãos, desde agosto todos os pedidos podem ser feitos no site.

“O governo, historicamente, tem uma presença caótica na internet, são mais de 1,5 mil sites terminados em ‘gov.br’. Queremos um governo que seja único e integrado para o cidadão. Que, se ele for multado numa rodovia federal, por exemplo, não tenha de acessar vários sites e descobrir sozinho se quem resolve o problema é a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) ou o Ministério da Infraestrutura”, afirmou o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

Curso de Graduação

As 7 dicas dos melhores da classe vão te surpreender sobre como ser um aluno nota 10

Existem exames orais, escritos, de desenvolvimento e de outros formatos. Todos eles serão apresentados em algum momento de sua carreira como estudante e tens de compreendê-los para poder contornar as provas com sucesso.

Os exames são instrumentos pedagógicos utilizados para avaliar a aprendizagem dos estudantes. Se sabe que estes podem ser decisivos para a sua classificação final, é importante que você adote alguns hábitos e utilizar as ferramentas apropriadas para obter os melhores resultados.

Embora os mais frequentes são os exames escritos, tem que estar preparado para enfrentar qualquer tipo de avaliação e, para isso, propomos-lhe ter em conta os seguintes dicas que irão ajudá-lo a estudar e a ser o melhor de sua classe!

Estudo

1. Volta a escrever suas apostilas

Esta técnica irá ajudá-lo a consolidar os seus conhecimentos, já que, enquanto reescritures estará analisando e avaliando o tema de estudo. Além disso, isto permite-lhe refrescar a sua memória.

2. Identifica a hora em que você é mais produtivo

Não vale a pena que você estuda quando você está cansando ou se sentir obrigado a fazê-lo. É aconselhável que o faça quando estiver fundamentado e, nas horas que você acha que melhor desempenhas suas tarefas diárias.

3. Não sobrecarregue seu cérebro de informação

Rever todo o seu material de estudo a noite anterior ao exame, só fará com que seu cérebro está saturado de informações e que em consequência se sentir exausto e desgastado mentalmente. Daí a importância de repartir os temas que você deve estudar durante vários dias.

4. Disciplinas

Dependendo do assunto que você estudar você deve adotar uma ou outra modalidade de estudo. Por exemplo, na hora de rever a matemática não deve fazê-lo lendo, tal como o faz com a história. Em seu lugar, o ideal é trabalhar em problemas que possam ajudar você a memorizar a forma de fazê-los.

5. Ambiente agradável

O pior que você pode fazer é tentar estudar em um lugar onde não se sente confortável. Procura o ambiente onde você esteja relaxado e se possa concentrar a 100%. Evite as distrações, desligue o seu celular e o computador, e no caso de que te agrade, pratique as matérias com música.

6. Cuidado com a visão

É aconselhável que você estuda em um lugar com boa iluminação e onde não tenha que forçar a vista para ler o seu material de estudos. Vários estudos garantem que 75% dos estudantes que fazem isso se concentra melhor e obtêm melhores notas.

7. Descanse

Tudo em excesso é ruim. Por isso é importante que em sua jornada de estudos descanse 15 minutos, pelo menos a cada hora. Assim você vai se sentir relaxado e evitar estresse – o que pode parecer impossível, mas cada um tem uma forma que ajuda nessa difícil tarefa, que muitas vezes, pode ser até mais difícil do que sentar a bunda para estudar.

Onde estão bolsas de estudos para vagas de graduação e pós? Saiba aqui

As oportunidades para estudar bolsa de estudos no exterior estão cada vez mais perto. Só no Brasil há cerca de 3.000 vagas de graduação em 63 universidades, de acordo com a informação obtida pelo Comércio, através do sector cultural da embaixada brasileira em Lima.

Se bem que estas vagas são para nível mundial, não há um limite de alunos por nacionalidade. “Se cumpre com todos os requisitos que se pedem, pode aplicar qualquer uma das bolsas de estudo”, informaram a partir do referido setor.

Entre as vantagens das bolsas de graduação, voltadas para jovens entre 18 e 23 anos, destaca-se o ingresso direto às universidades, sem exame de admissão. Além disso, se o aluno demonstra bom desempenho acadêmico pode solicitar uma ajuda financeira de R$ 500 (US$ 210).

Entre as 63 universidades que são mencionadas, há também instituições estatais e, em menor número, particulares. No entanto, nenhuma destas últimas cobra pensão para os alunos que chegam através da convocação de uma embaixada.

Sobre os cronogramas para as bolsas de graduação é indicado que você tem que dar um exame de português para estrangeiros (Celpe-Bras) entre os meses de abril e outubro. Em maio e junho é a inscrição dos candidatos na embaixada e, em novembro, publica-se a lista dos selecionados. Estes últimos começassem as aulas no primeiro semestre do ano seguinte (fevereiro ou março).

Outra oportunidade para quem busca cursos de graduação e pós é o programa Educa Mais Brasil (educamaisbrasil.eco.br) que possui vagas com bolsas de estudos de até 70% em cursos de várias áreas e instituições privadas espalhadas por todo o território.

Bolsas de pós-graduação

Quanto às bolsas de pós-graduação, são oferecidas vagas em universidades brasileiras sem custo de propinas ou mensalidades, e sem exame de admissão, detalha o setor cultural brasileiro.

Além disso, o aluno recebe uma ajuda financeira mensal de R$ 1.500 (US$ 630) para Mestrado e R$ 2.000 para Doutorado (US$ 840), além da passagem de regresso ao país de origem, ao final do curso.

Entre os selecionados para as bolsas de pós-graduação será dada prioridade a candidatos que comprovem ter vínculo empregatício no país de origem.

Sobre o cronograma, em abril e outubro, toma o exame Celpe-Bras. Em junho e julho, se dá a inscrição dos candidatos (online) e, em dezembro, publica-se a lista de candidatos selecionados. As aulas começam no primeiro semestre do ano seguinte (fevereiro ou março).