Browse Author: Francisco Johnson

Mais de 500 serviços do Governo Federal foram digitalizados em 2019

Desde 2019 o governo federal digitalizou mais de 500 serviços, entre eles a carteira nacional de habilitação e o certificado de licenciamento veicular, ambos documentos emitidos pelos departamentos de trânsito dos estados. Em outras esferas também estão presentes na versão virtual a licença maternidade, carteira de trabalho digital e pedidos de aposentadoria. Ao serem colocados na internet a economia garantiu R$ 345 milhões com a redução de funcionários e papéis.

Para conseguir fazer a nova versão dos documentos basta pedir uma segunda via no órgão competente ou então seguir o calendário de licenciamento Ceará ou do imposto/documento em questão para conseguir uma nova versão. Assim, gradativamente todos serão trocados pela nova alternativa de uso do documento. No caso da CNH e CRLV, por exemplo, pode-se ainda ter a versão impressa, mas a validação digital com o app que funciona até em modo offline também é considerada como a apresentação de um documento oficial, de identificação do motorista e do veículo.

Economia na burocracia e pessoal

Desde o início das digitalizações a emissão dos documentos está acelerada e muito mais barata aos cofres públicos. No setor responsável pela emissão do Certificado Internacional de Vacinação na Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), por exemplo, eram mais de 2 mil pedidos diários pessoais, depois da digitalização caiu para 700 e depois par 95 a partir do momento que o documento se tornou emitido pela internet.

Somente no instituto são 486 itens de serviços digitalizados, entre importação de produtos de origem animal, para revenda varejista e até licenciamento de algumas matérias primas.

Ao todo, o governo tem hoje cerca de 3,3 mil pedidos que podem ser feitos digitalmente. Antes espalhados em portais dos diferentes órgãos, desde agosto todos os pedidos podem ser feitos no site.

“O governo, historicamente, tem uma presença caótica na internet, são mais de 1,5 mil sites terminados em ‘gov.br’. Queremos um governo que seja único e integrado para o cidadão. Que, se ele for multado numa rodovia federal, por exemplo, não tenha de acessar vários sites e descobrir sozinho se quem resolve o problema é a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) ou o Ministério da Infraestrutura”, afirmou o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

Curso de Graduação

As 7 dicas dos melhores da classe vão te surpreender sobre como ser um aluno nota 10

Existem exames orais, escritos, de desenvolvimento e de outros formatos. Todos eles serão apresentados em algum momento de sua carreira como estudante e tens de compreendê-los para poder contornar as provas com sucesso.

Os exames são instrumentos pedagógicos utilizados para avaliar a aprendizagem dos estudantes. Se sabe que estes podem ser decisivos para a sua classificação final, é importante que você adote alguns hábitos e utilizar as ferramentas apropriadas para obter os melhores resultados.

Embora os mais frequentes são os exames escritos, tem que estar preparado para enfrentar qualquer tipo de avaliação e, para isso, propomos-lhe ter em conta os seguintes dicas que irão ajudá-lo a estudar e a ser o melhor de sua classe!

Estudo

1. Volta a escrever suas apostilas

Esta técnica irá ajudá-lo a consolidar os seus conhecimentos, já que, enquanto reescritures estará analisando e avaliando o tema de estudo. Além disso, isto permite-lhe refrescar a sua memória.

2. Identifica a hora em que você é mais produtivo

Não vale a pena que você estuda quando você está cansando ou se sentir obrigado a fazê-lo. É aconselhável que o faça quando estiver fundamentado e, nas horas que você acha que melhor desempenhas suas tarefas diárias.

3. Não sobrecarregue seu cérebro de informação

Rever todo o seu material de estudo a noite anterior ao exame, só fará com que seu cérebro está saturado de informações e que em consequência se sentir exausto e desgastado mentalmente. Daí a importância de repartir os temas que você deve estudar durante vários dias.

4. Disciplinas

Dependendo do assunto que você estudar você deve adotar uma ou outra modalidade de estudo. Por exemplo, na hora de rever a matemática não deve fazê-lo lendo, tal como o faz com a história. Em seu lugar, o ideal é trabalhar em problemas que possam ajudar você a memorizar a forma de fazê-los.

5. Ambiente agradável

O pior que você pode fazer é tentar estudar em um lugar onde não se sente confortável. Procura o ambiente onde você esteja relaxado e se possa concentrar a 100%. Evite as distrações, desligue o seu celular e o computador, e no caso de que te agrade, pratique as matérias com música.

6. Cuidado com a visão

É aconselhável que você estuda em um lugar com boa iluminação e onde não tenha que forçar a vista para ler o seu material de estudos. Vários estudos garantem que 75% dos estudantes que fazem isso se concentra melhor e obtêm melhores notas.

7. Descanse

Tudo em excesso é ruim. Por isso é importante que em sua jornada de estudos descanse 15 minutos, pelo menos a cada hora. Assim você vai se sentir relaxado e evitar estresse – o que pode parecer impossível, mas cada um tem uma forma que ajuda nessa difícil tarefa, que muitas vezes, pode ser até mais difícil do que sentar a bunda para estudar.

Onde estão bolsas de estudos para vagas de graduação e pós? Saiba aqui

As oportunidades para estudar bolsa de estudos no exterior estão cada vez mais perto. Só no Brasil há cerca de 3.000 vagas de graduação em 63 universidades, de acordo com a informação obtida pelo Comércio, através do sector cultural da embaixada brasileira em Lima.

Se bem que estas vagas são para nível mundial, não há um limite de alunos por nacionalidade. “Se cumpre com todos os requisitos que se pedem, pode aplicar qualquer uma das bolsas de estudo”, informaram a partir do referido setor.

Entre as vantagens das bolsas de graduação, voltadas para jovens entre 18 e 23 anos, destaca-se o ingresso direto às universidades, sem exame de admissão. Além disso, se o aluno demonstra bom desempenho acadêmico pode solicitar uma ajuda financeira de R$ 500 (US$ 210).

Entre as 63 universidades que são mencionadas, há também instituições estatais e, em menor número, particulares. No entanto, nenhuma destas últimas cobra pensão para os alunos que chegam através da convocação de uma embaixada.

Sobre os cronogramas para as bolsas de graduação é indicado que você tem que dar um exame de português para estrangeiros (Celpe-Bras) entre os meses de abril e outubro. Em maio e junho é a inscrição dos candidatos na embaixada e, em novembro, publica-se a lista dos selecionados. Estes últimos começassem as aulas no primeiro semestre do ano seguinte (fevereiro ou março).

Outra oportunidade para quem busca cursos de graduação e pós é o programa Educa Mais Brasil (educamaisbrasil.eco.br) que possui vagas com bolsas de estudos de até 70% em cursos de várias áreas e instituições privadas espalhadas por todo o território.

Bolsas de pós-graduação

Quanto às bolsas de pós-graduação, são oferecidas vagas em universidades brasileiras sem custo de propinas ou mensalidades, e sem exame de admissão, detalha o setor cultural brasileiro.

Além disso, o aluno recebe uma ajuda financeira mensal de R$ 1.500 (US$ 630) para Mestrado e R$ 2.000 para Doutorado (US$ 840), além da passagem de regresso ao país de origem, ao final do curso.

Entre os selecionados para as bolsas de pós-graduação será dada prioridade a candidatos que comprovem ter vínculo empregatício no país de origem.

Sobre o cronograma, em abril e outubro, toma o exame Celpe-Bras. Em junho e julho, se dá a inscrição dos candidatos (online) e, em dezembro, publica-se a lista de candidatos selecionados. As aulas começam no primeiro semestre do ano seguinte (fevereiro ou março).

7 Dicas de estudo para passar nos concursos mais difíceis do Brasil

Não é fácil preparar-se para um exame que é considerado “o maior exame da sua vida”. (Eu não mentiria; é mesmo!!!) Com as lições antigas muito pesadas na cabeça, novas a acumular-se, bem-desejosos de clocking suas horas de estudo e, finalmente, as horas de estudo diminuindo de dia para dia, a contagem decrescente para os seus primeiros exames de tabuleiro pode ser um caso assustador. Mas tem de ser? Não se tiveres um plano de estudo inteligente que vão te ajudar a passar nos concursos mais difíceis e cobiçados do Brasil.

Com essas 7 dicas essenciais de estudo você estará para as vagas que são lançadas anualmente e podem ser consultadas em concursos2019.blog.br. Como o Brasil tem um estado grande há muitas instituições para testar seus conhecimentos – independente do seu nível de estudo.

1 – Inicie

Os alunos tendem a ignorar o seu relógio corporal. Quando eles estão em licença preparatória, a maioria dos alunos estudar até tarde da noite e acabar dormindo de manhã. Inicie seu horário  com bastante antecedência, então você tem tempo suficiente para revisar tudo. Você pode até precisar fazer alguns horários diferentes.

2 – Use um código de cores para cada assunto que cai nas provas (veja os modelos de edições passadas)

Será mais fácil navegar o seu horário desta forma e você será capaz de ver mais facilmente se você tiver um equilíbrio justo entre todos os seus assuntos. Além disso, parece visualmente atraente.

Não mergulhes logo nisso. Pensa nas coisas primeiro e planeje o que vai estudar em cada dia, assim menor é a chance de você desistir de estudar por nem saber por onde começar. Veja aqui um exemplo de calendário de estudos. 

3 – Crie objetivos tangíveis

Pega num pedaço de papel separado. Então, em cada assunto, lista todas as coisas que precisas de saber. Esta pode ser todas as áreas temáticas para esse assunto, o que você cobriu cada semana em classes/tuições ou as diferentes seções do exame.

4 – Seja específico

O que você precisa fazer exatamente para se sentir confiante em todas as áreas que você listou no Passo 3? Por exemplo, se uma das áreas temáticas é ‘trigonometria’, lista os números exatos da página e exercícios que você fará para praticar trigonometria. Então pense em como será excelente quando você chegar ao fim de seu horário e você nunca mais terá que fazer trigonometria.

5 – Crie um calendário para um assunto de cada vez

Desta forma, podes ter a certeza que cobriste tudo. Certifique-se de que você é realista com quanto tempo cada exercício vai demorar.

6 – Tenha tempo para pausas

Não se pode esquecer o tempo gasto em comida e sono. Todos trabalham de forma diferente, mas geralmente falando, um intervalo de 5-10 minutos a cada hora é uma boa quantidade. Dê a si mesmo a noite de folga de vez em quando também.Ninguém gosta de estudar matemática durante 6 horas seguidas. Dê a si mesmo uma mistura de assuntos a cada dia para que você diminua suas chances de perder o interesse muito rapidamente. A maioria das pessoas são mais produtivas de manhã, então tente misturar a hora do dia você abordar diferentes assuntos também. Aqui tem algumas dicas de como relaxar. 

7 – Não se martirize

Um calendário de estudo não está fixado em pedra. Talvez encontres formas de O melhorar à medida que vais. Seja flexível com o que você escreveu e esteja preparado para mover as coisas ao redor se você descobrir que suas estimativas do tempo foram um pouco fora. É uma boa ideia usar um lápis.…

Tente definir um tempo específico para estudar todos os dias e você vai descobrir que isso torna as coisas muito mais fáceis. Olhe para as aulas que você tem que assistir, trabalhar o tempo que você precisa para chegar a eles e, em seguida, definir uma hora realista todos os dias, para que quase se torna parte de seu horário diário.

Lembre-se que as notas que você recebe nos 10 exames do Conselho importam e eles determinam, em grande medida, o seu gráfico de carreira. Põe o teu melhor pé para a frente e não entres em pânico. Faça os exames com total confiança e com uma atitude positiva. Não há razão para andares a ladrar.

Contratos e direitos de trabalho no Brasil – O que você trabalhador deve cobrar?

No Brasil os contratos de trabalho podem ser verbais ou por escrito. Aconselhamos que seja sempre por escrito, é mais, para solicitar o visto pedirão uma cópia do contrato.

Os contratos no Brasil podem ser de dois tipos

  • Determinado: no contrato consta uma data de conclusão.
  • Indeterminado: o equivalente ao contrato por prazo indeterminado português.

Justiça do Trabalho no Brasil

Direitos trabalhistas para cargos públicos e registrados no Brasil

FGTS: O empregador é obrigado a descontar 8% do salário do empregado em uma conta bloqueada. O acumulado poderá ser retirado na aposentadoria, usando-se para a aquisição de habitação própria ou para o caso em que ocorra demisión sem justa causa. Neste caso, o empregador é obrigado a pagar 40% do fundo ao empregado.

Salário: Deve ser pago em moeda corrente do Brasil, necessariamente, até o quinto dia útil do mês subseqüente ao trabalhado.

Horas extras: São permitidas duas por dia, com remuneração extra de 50% do valor da hora. As horas extras habituais integram a remuneração do empregado, para o cálculo de férias, gratificações, aviso prévio e FGTS. É possível para a empresa não pagar as horas extras prestadas, desde que o período de trabalho seja menor, ao outro dia. No Brasil, essa prática é conhecida como “banco de horas”.

Trabalho noturno: É todo o trabalho executado entre as 22 horas de um dia e as 5 horas do outro.

Carga horária: estrangeiros devem seguir a carga horária de oito horas por dia ou 44 horas por semana, com um dia semanal de descanso.

Intervalos de repouso: Não são contados na duração do trabalho. São obrigatórios por, no mínimo, uma hora. Em período menor de trabalho, que não exceda quatro horas, deve durar 15 minutos. Algumas funções possuem intervalos especiais, como as de inserção de dados, em que, a cada período de 50 minutos consecutivos, corresponde um descanso de 10 minutos.

Descanso semanal: Todo trabalhador tem direito a um descanso semanal remunerado de 24 horas consecutivas, normalmente aos domingos.

Aguinaldo: Pagamento por cada 12 meses trabalhados, metade em novembro e a outra metade em dezembro ou em cota única, no último mês do ano.

Férias: Depois do trabalho integral, realizado durante mais de um ano, o empregado tem o direito de 30 dias de férias e a receber mais um terço do valor do salário, como bônus. Ainda é possível vender até 10 dias de férias. Os empregadores dão férias coletivas quando lhes convém.

Vale alimentação: Não tem natureza salarial, a não ser que seja concedida gratuitamente ao empregado, nas dependências da empresa.

Vale transporte: Se o transporte é concedido para a execução dos serviços, não constitui salário utilidade. No caso de que seja concedido como forma de substituir uma necessidade do empregado, a de mover-se no percurso casa-trabalho-casa, é salário utilidade.

Licença maternidade: É concedido de forma remunerada por 120 dias para a empregada que vai ter um filho. Os salários são pagos pelo empregador e descontados por ele dos aportes habituais devidos à Provisão Social. A legislação proíbe as empresas de demitir a empregada grávida sem justa causa a partir do momento da confirmação da gravidez e até cinco meses após o parto.

Programa Jovem Aprendiz no Brasil serve de referência para El Salvador

Depois de ajudar 430 mil jovens aprendizes a encontrar emprego ativo, o Brasil será um modelo para os mercados de trabalho de El Salvador e Espanha sobre como lidar com o trabalho para menores. Desde 2005, quando entrou em vigor a Lei do Aprendizado a mesma que coloca em voga o Programa Jovem Aprendiz, o qual já ajudou  3,4 milhões de jovens  que foram contratados como aprendizes.

Os esforços de cooperação também permitirão que especialistas brasileiros entendam melhor como os outros dois países atuam nesta área, uma experiência que os ajudará a melhorar ainda mais os esforços de aprendizagem para os jovens no Brasil. A Ministra do trabalho e da Segurança Social de El Salvador, Sandra Guevara, ressaltou que a experiência brasileira é considerada um exemplo no mundo: “o Brasil teve uma experiência de sucesso com os jovens entrando no mercado de trabalho”, disse ele.

El Salvador tem uma população de cerca de 6 milhões, 54% dos quais são jovens. De acordo com Guevara, a taxa média de desemprego do país neste segmento é de até 12%. “A expectativa é introduzir mais jovens no mercado, e a modalidade de aprendizagem é um caminho excelente e muito claro”, acrescentou.

Aos jovens brasileiros que tenha interesse em aderir o programa basta ficar de olho nas vagas de empregos que são divulgadas no portal oficial e no jovemaprendiz2019.blog.br.

Programa Jovem Aprendiz

O porquê do programa

Cerca de 30% da população mundial é composta de adolescentes e cerca de 80% vivem em países em desenvolvimento – estes números indicam a importância de se compreender aspectos relacionados a esta população-alvo, incluindo a educação e os desafios para a prática profissional. Especificamente no que diz respeito à participação do adolescente no mercado de trabalho, observa-se uma elevada participação no Brasil quando comparado com outros países, o que se deve à abundância deste grupo, bem como ao caráter exploratório ainda existente neles.

O uso inadequado do trabalho infantil não pode ser desconsiderado, pois é um fenômeno que persiste apesar dos preceitos legais que regulam a área – dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que dois milhões de brasileiros entre 14 e 17 anos de idade trabalham irregularmente.

Apenas metade dos jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 24 anos completam o ensino médio (IBGE, 2013) e há uma distorção de alta faixa etária com um número significativo de alunos na faixa etária de 18 a 19 anos. Além disso, 49% dos jovens de 15 a 17 anos estão fora do Ensino Médio e 18% fora das escolas.

De fato, em estudos nacionais e internacionais, o trabalho dos adolescentes tem uma relação direta com o nível socioeconômico e com o abandono escolar ou desempenho acadêmico. Estudos destacam que, enquanto adolescente, o trabalho é visto como prejudicial para os jovens do médio e alto nível socioeconômico, é considerado benéfico para os jovens de baixa renda.

Para quem se enquadra nessa situação a conquista de um primeiro emprego, muitas vezes, é a chance definitiva para sustentar a família e transformar o futuro para além do destino pré-determinado da pobreza. Com o programa milhares de jovens que não teriam acesso ao estudo e muito menos às universidades conseguem se integrar a sociedade de alguma maneira, facilitando assim, não somente o desenvolvimento pessoal mas da sociedade brasileira como um todo.

mordida de cobra

Sonhar com mordida de cobra – Veja aqui significados

Se alguma vez sonhaste com uma cobra, já sabes como podem ser assustadores. Este ponto é particularmente verdadeiro quando você pode ver as presas da cobra pouco antes de um ataque. Há muitas maneiras de interpretar o que mordidas de cobra significam nos sonhos. As teorias comuns incluem as seguintes interpretações:

mordida de cobra

Medo por uma criança: se você é mãe ou pai, um sonho sobre uma cobra mordendo cruelmente a sua criança indefesa pode falar de medos cuidadosos.

Você quer ser seduzido: porque algumas mordidas de cobra podem causar paralisia, você pode secretamente manter um desejo de ser seduzido por um objeto de afeto.

Preocupações com o dinheiro: se você é mordido em sua mão direita, isso pode significar que você está preocupado em ser irresponsável com o dinheiro.

Você não dá o suficiente: se você sonha com uma cobra mordendo sua mão esquerda, isso pode significar que você não dá o suficiente para os outros emocionalmente, financeiramente ou ambos.

Você tem problemas de imagem corporal: mordidas de Cobra em sonhos que ocorrem no rosto ou quadris sugerem que você não gosta deste aspecto de sua aparência.

Você tem medos genitais: se uma cobra cortar seus genitais, isso pode significar que você tem ansiedade sobre como eles parecem ou funcionam.

Você se preocupa em ser apunhalado pelas costas: se uma cobra morde você em suas costas, é uma indicação potencial de que você está preocupado em ser apunhalado pelas costas por alguém.

Você está com dor emocional: Se você é mordido por uma cobra na boca, isso sugere que você está em dor emocional sobre uma perda. Este é especialmente verdadeiro se você rompeu com alguém e não está falando sobre seus sentimentos. Veja post sobre como os homens lidam com separações.

Desconfiar de alguém: algumas pessoas sonham em ser mordidas por uma serpente como uma manifestação inconsciente de problemas de confiança. Por outras palavras, preocupa-se que a confiança perdida possa voltar para o morder.

Sonhar com cobra

Sonhos com cobra são um dos mais comuns, ao lado de voar e cair

Sonhou com cobra recentemente? Se a resposta for sim, você não está sozinho. Afinal, o sonho com cobra é um dos mais comuns em todos os lugares do mundo. Quando acontece, pode ser assustador, mas o fato é que nem toda interpretação para esse sonho tão comum quanto sonhar que está caindo ou voando pode ter significados positivos.

Vamos explorar o que são estes sonhos.

Como Professor Universitário de cursos de psicologia, muitas vezes me perguntam sobre Simbolismo de sonhos (Hall, 1953). Os rapazes adoram falar sobre este assunto. E as senhoras? Se está relacionado com répteis, nem por isso. Por isso, quando você vai atrás de saber o que quer dizer sonhar com cobra precisa avaliar todos os simbolismos embutidos no animal e para além dele, no contexto vivenciado pelo sonhador.

Abaixo, você confere alguns depoimentos voluntários de pessoas que sonharam com cobra e depois como eles podem ser interpretados de acordo com os simbolismos da cobra. Esse exercício vai te ajudar na sua interpretação pessoal.

Sonhar com cobra

“Sonhei com uma cobra verde a assobiar-me enquanto estava sentada no quintal dos meus pais. Paralisado de medo, não conseguia mexer-me. Foi quando me mordeu a cara. Acordei com suores frios.”

– Dominick (estudante de Psicologia do primeiro ano).

Outro exemplo pode ser encontrado em uma jovem mulher chamada Ellyn. Num ensaio, ela revelou o seguinte::

“Estava a relaxar num banho quente. Estava tudo bem até eu olhar para a água dos sudsys. Foi quando vi três cobras negras a deslizar no fundo. Até hoje, ainda não posso tomar banho. Assustou-me tanto.”

– Ellyn (graduate psychology learner).

Talvez tenha experimentado algo semelhante? Eu digo-te o que partilho com os alunos.:

Imagens de sonho não podem ser interpretadas literalmente. Em vez disso, eles devem ser vistos metaforicamente e ligados à sua própria história de vida.

Possíveis interpretações para sonhar com cobra

Ansiedade subconsciente: muitas vezes as cobras aparecem durante um sonho em tempos de incerteza. Tipicamente, estes medos manifestam-se na forma de uma criatura aterradora, como uma cobra.

Renovação: se você está trabalhando em reinventar-se, cobras podem aparecer em seus sonhos como um símbolo de renovação. Alguns consideram isto um sinal positivo.

Renascimento e fertilidade: as cobras são conhecidas por derramar sua pele através de um processo conhecido como lavoura. É por esta razão que os antigos acreditavam que os sonhos focados em cobra eram um sinal de renascimento, transformação e cura.

Alimentos e ervas que podem ser usados para reduzir os sintomas de menopausa

Todas as mulheres atingem a menopausa e aproximadamente dois terços das mulheres desenvolvem sintomas de menopausa, principalmente afrontamentos. A terapia hormonal longa foi considerada a primeira linha de tratamento para sintomas vasomotores.

No entanto, tendo em conta os resultados da Iniciativa para a saúde das mulheres, muitas mulheres estão relutantes em utilizar hormônios exógenas para o tratamento sintomático e estão a recorrer a produtos botânicos e suplementos dietéticos para alívio. Apesar de existirem provas científicas limitadas que descrevem a eficácia e a segurança a longo prazo de tais produtos, muitas mulheres consideram estes “tratamentos naturais” atraentes.

Alimentos e ervas que podem ser usados para reduzir os sintomas de menopausa

As mulheres que estão no período Peri-e pós-menopáusicas estão entre os maiores usuários destes produtos, mas 70% das mulheres não dizem aos seus prestadores de cuidados de saúde sobre o seu uso. Somando esta questão é o fato de que poucos médicos perguntam aos seus pacientes sobre o uso de suplementos, em grande parte porque eles não foram expostos a práticas médicas alternativas em seu treinamento e não estão familiarizados com estes produtos.

Este artigo analisa os vegetais e suplementos dietéticos comumente usados na menopausa, bem como os dados disponíveis sobre a eficácia e segurança. Pesquisamos a base de dados de 1966 a dezembro de 2004 usando termos relacionados com suplementos botânicos e dietéticos e sintomas menopáusicos para mulheres peri – ou pós-menopáusicas.

Resumos de reuniões relevantes, bem como livros de referência e websites sobre suplementos herbais também foram pesquisados. Foram utilizados ensaios aleatorizados controlados, se disponíveis; foram utilizados ensaios abertos e estudos de grupos de comparação quando os RCTs não estavam disponíveis.

As evidências até o momento sugerem que amora é seguro e eficaz para reduzir os sintomas da menopausa, principalmente calorões quentes e, possivelmente, distúrbios do humor. Os extratos de fitoestrogênio, incluindo alimentos de soja e trevo vermelho parecem ter, na melhor das hipóteses, um efeito mínimo sobre os sintomas menopáusicos, mas têm efeitos positivos para a saúde sobre as concentrações plasmáticas de lípidos e podem reduzir a doença cardíaca.

O manjericão demonstrou melhorar a depressão ligeira a moderada na população em geral e parece mostrar eficácia nas alterações do humor relacionadas com a transição para a menopausa. Outros botânicos comumente usados têm pouca evidência para demonstrar segurança e eficácia para o alívio dos sintomas relacionados com a menopausa.

Como fica o organismo antes e depois da menopausa?

Embora a maioria das mulheres sofra com a transição para a menopausa sem sofrer de perturbações psiquiátricas, estima-se que 20% sofram de alterações de humor e depressão em algum momento durante a menopausa.

Há uma relação bem estabelecida entre alterações de vários sistemas hormonais e problemas de saúde psiquiátrica, tanto em pacientes psiquiátricos e endócrinos. A transição para a perimenopausa e a menopausa pode ser uma experiência tempestuosa para algumas mulheres. As modificações nos níveis hormonais podem ter impacto nos neurotransmissores no cérebro.

A redução dos níveis de estrogênio durante a perimenopausa e a menopausa pode levar a sintomas desconfortáveis, como secura vaginal, períodos irregulares, afrontamentos e perturbações do sono. Estes sintomas causam menopausa e depressão peri menopáusica, como humor baixo, ansiedade, irritabilidade, medos e mudanças de humor.

As mudanças de humor na menopausa podem causar estragos na tua psique. A irritabilidade causada pela depressão da menopausa pode também resultar em dificuldade de concentração e lapsos de memória.

As mulheres com síndrome pré-menstrual grave nos seus anos mais jovens podem apresentar alterações graves, acentuadas e inexplicáveis do humor durante a perimenopausa. Além disso, as mulheres com história de ansiedade clínica e depressão parecem ser particularmente vulneráveis a depressão clínica recorrente durante meses de menopausa ou mesmo anos antes da menopausa.

As mulheres que transitam para a menopausa sofrem mais Depressão com os seguintes estados:

  • Humor desdenhoso e pessimista antes da menopausa;
  • Estresse interpessoal;
  • Fumo;
  • Pouco ou nenhum exercício;
  • Solidão;
  • Má auto-percepção da saúde.

Outros fatores de estresse que correspondem aos sintomas da menopausa são postulados para mostrar associação com depressão incluem os seguintes::

  • O aparecimento de qualquer doença em outros ou em si mesmo;
  • Alteração do emprego;
  • Condições psicológicas ou sociais.

Várias condições psicológicas e sociais têm sido sugeridas para explicar por que as mulheres podem desenvolver depressão pré e pós-menopausa ou durante a perimenopausa. Algumas das condições estão relacionadas com os seguintes fatores:

  • Síndrome do ninho vazio (um sentimento de dor e solidão que os pais podem sentir quando seus filhos saem de casa pela primeira vez);
  • Mudança no processo de concepção;
  • Incapacidade de se reproduzir (infertilidade);
  • História de depressão pré-existente.

Uma história pessoal ou familiar de depressão pós-natal e transtorno disfórico pré-menstrual (sintomas de depressão grave, irritação e ansiedade antes da menstruação) são fatores de risco principais para o desenvolvimento de depressão no período menopáusico. No entanto, mesmo as mulheres sem antecedentes familiares de perturbação depressiva major estão em risco de síndrome depressiva peri menopáusica.